Iluminação Zenital

A iluminação zenital é aquela onde a luz natural penetra no ambiente através de aberturas situadas na cobertura de uma edificação e caracteriza-se como uma das formas mais eficazes de iluminar naturalmente e obter uma boa distribuição da luz no ambiente.

Por estar localizada na cobertura, a abertura zenital pode ser construída em áreas diversificadas do ambiente e servir como auxílio à iluminação lateral, caracterizando altamente adequada para locais mais profundos e grandes espaços contínuos.

Existem diferentes tipologias de elementos zenitais e a distribuição de luz no interior de um ambiente iluminado zenitalmente dependerá da forma desses elementos. As principais tipologias de aberturas zenitais são: sheds, átrios, lanternins, clarabóias e cúpulas.

Vale lembrar que as aberturas zenitais, apesar da sua maior eficiência luminosa, necessitam de elementos protetores da luz solar direta, que gera excesso de calor no ambiente. Nesse sentido, é importante um projeto adequado de iluminação natural que conjuque aberturas zenitais e lateriais de forma a otimizar o aproveitamento da luz natural e reduzir os custos e manutenção dos sistemas.

Arquitetura Orgânica

O conceito de arquitetura orgânica começou com Frank Lloyd Right ” que acreditava que uma casa deve nascer para atender às necessidades das pessoas e do caráter do país como um organismo vivo. Sua convicção era de que os edifícios influenciam profundamente as pessoas que neles residem, trabalham ou rezam, e por esse motivo o arquiteto é um modelador de homens.”

Pensar a casa como um organismo vivo foi uma quebra de padrões arquitetônicos na época que era muito influenciada pelo racionalismo.

A  famosa casa da cascata, criada por Wright, apesar de ainda ter linhas retas, mascantes na época, insere-se organicamente na paisagem, como se tivesse nascido ali, pertencendo ao lugar.  Hoje, podemos ver exemplos de uma nova arquitetura orgânica, também muito interessante, que além de estar inserida ao lugar, utiliza-se das formas e proporções da natureza. Tal como ela (a natureza) nenhum ambiente ou edifício é igual a outro.

Esta forma de pensamento (sistêmico e não racional) difundiu-se no final do século XX e traz novas preocupações para a arquitetura, que passa a ser influenciada por uma nova ética, voltada para as implicações ambientais e humanas dos espaços construídos.  Pensar a casa como um organismo vivo é partir do pressuposto que ela interage com as pessoas e com a natureza local, podendo ter efeitos positivos ou negativos. Através desta conscientização, as interações podem ser previstas para que o resultado seja o mais satisfatório possível, em todas as esferas: ambiental,  social e psicológica.

Exemplo de arquitetura orgânica atual: criada por Gianluca Santosuosso

Consultoria em arquitetura sustentável

Muito se fala em arquitetura sustentável, mas poucos sabem o que envolve uma consultoria em construção sustentável.

A consultoria, fornecida pela Ecodhome, é uma orientação no atendimento de exigências de sustentabilidade em projetos e obras. A consultoria funciona pelo acompanhamento do projeto do empreendimento e indicação de todas as modificação ou adaptações a partir de avaliações bastante complexas, envolvendo, inclusive, simulações e cálculos.  A consultoria geralmente acontece de acordo com as seguintes etapas:

Indicação das premissas de projeto: a Ecodhome pode ajudar desde a escolha do terreno, optando por locais em que o impacto de uma edificação seja minimizado até indicações da implantação do empreendimento de acordo com estratégias bioclimáticas e premissas da construção sustentável.

Avaliação dos estudos preliminares: a partir da definição da ocupação do terreno, parte-se para a avaliação dos primeiros esboços do projeto, quando são avaliadas de forma mais aprofundada, as questões bioclimáticas. Veja um exemplo de avaliação e indicações para o projeto de uma ecoloja:

Elaboração de relatório final com indicações das minimizações dos impactos ambientais e humanos – nesta etapa, todos os princípios de sustentabilidade são avaliados e as correções são indicadas abrangendo:

Recomendação dos materiais de menor impacto para toda a obra;

Recomendação de estratégias bioclimáticas com simulação computacional para verificação de insolação e sombreamento e recomendação de materiais, componentes e estratégias para melhoria do conforto;

Recomendação para projeto elétrico e luminotécnico, com memoriais de cálculos e especificação de materiais;

Projetos especiais para sistemas de saneamento sustentável (uso racional de água, aproveitamento de água de chuva, reaproveitamento de águas cinza, tratamento de efluentes);

Gestão de obras para minimização dos impactos causados pelo canteiro;

Memorial de minimização de impactos ambientais: especialmente desenvolvido ao final da consultoria para orientar todo o processo e mostrar quais as estratégias utilizadas, como foram utilizadas, memoriais de cálculo contendo porcentagens de economia de energia e água e redução de efluentes e resíduos.

Há ainda outras formas de consultoria na área de construção sustentável e a Ecodhome vem se especializando para atender este vasto mercado que vem precisando cada vez mais de profissionais competentes e especializados:

  • CONSULTORIA PARA CERTIFICAÇÕES (GREEN BUILDING)

A Ecodhome presta consultoria para adequação de projetos de terceiros aos critérios dos principais selos do Brasil: LEED e AQUA.

  • CONSULTORIA PARA SEU ECONEGÓCIO

A Ecodhome, por possuir vasto conhecimento sobre a influência dos materiais de construção e suas substâncias componentes na saúde e na natureza, oferece uma consultoria especial para quem quer fabricar um produto “verde” ou abrir um negócio no ramo de ecoprodutos para a construção. É possível fazer uma avaliação dos produtos e seu ciclo de vida, com base em grande documentação arquivada pela Ecodhome, para assim avaliar seu grau de impacto na natureza.

  • CONSULTORIA EM MATERIAIS

A Ecodhome possui um banco de dados de materiais e componentes de construção e estuda, junto ao cliente, as melhores soluções para a obra, respeitando condições estéticas, práticas e econômicas.

Verde da parede ao telhado

Por que separar o ambiente natural e o artificial como coisas distintas?

Alguns arquitetos atuais vem inserindo as coberturas verdes em seus projetos de forma cada vez mais presente. Como o arquiteto Ken Yeang, que desenvolve até mesmo arranhas-céus verdes do chão ao topo.

Levar o verde vivo para nossos edifícios pode contribuir de forma extremamente positiva para a geração de cidades mais sustentáveis. A inclusão dos telhados verde e paredes verdes nas construções podem ter inúmeros benefícios:

  • Melhora o microclima urbano, sendo capaz de reduzir a temperatura do ar ao seu redor;
  • Melhora a qualidade do ar, tanto interno, como externo pela absorção de CO2 e outras moléculas em suspensão;
  • Melhora o conforto térmico no interior da edificação, reduzindo o consumo energético com climatização;
  • Reduz enchentes por retardar e absorver o fluxo da água da chuva;
  • Afeta o bem-estar psicológico das pessoas, por trazer um maior contato com a natureza;
  • Incrementar o ecossistema local, atraindo pássaros e pequenos animais;
  • Pode ser utilizado para cultivo de alimentos e temperos orgânicos.

As coberturas verdes podem ser feitas de forma plana, no caso dos terraços jardins, ou inclinadas no caso de telhados verdes. Sua sustentação se dá através de laje impermeabilizada ou estrutura de madeira com pranchas que dão suporte a uma lona de impermeabilização, cobertas pelo substrato de plantio. As coberturas podem ser feitas in loco, o que tem um custo reduzido, podendo sair no valor de um telhado com telhas de concreto. Mas também há muitos sistemas prontos no mercado, que, inclusive, têm a vantagem de serem menos profundos (apenas 8cm) e mais leves.

Reformou? vai trocar de telhado? Coloque um telhado verde e garanta muito mais conforto na sua casa, além de melhorar a qualidade de vida na sua cidade. Há sistemas prontos que podem ser colocados sobre seu telhado comum, vêm em placas prontas e custam no máximo R$ 120,00 por metro quadrado. Veja esta idéia da Ecotelhado:

Na Ecodhome, os projetos também são feitos com uso de coberturas verdes, o que faz parte das estratégias bioclimáticas que utilizamos:

Algumas dicas para ter um telhado verde:

  • Garanta que o local tenha insolação ou escolha espécies adequadas ao sol do local;
  • Escolha espécies locais (brasileiras), por ex: grama amendoim, azulzinha, falsa erica, bulbine;
  • Se a sua região for seca, opte por planta de pouca água, como as suculentas;
  • Armazene a água de chuva para irrigação (veja nossa opção de projeto de uso de água de chuva de baixo custo, aqui)

As paredes verdes são uma nova moda que vem sendo muito utilizada em interiores. A solução, além de belíssima, pode melhorar a qualidade do ar por absorver partículas e melhorar a ionização negativa, essencial para nosso bem estar.

Porém, em áreas externas, nas fachadas, elas podem trazer maiores benefícios, por melhorar a qualidade do ar e conforto interno. Veja este exemplo da empresa Ecotelhado, feito da sede do Sicredi em Pelotas:

Algumas plantas tem capacidade, inclusive de absorver compostos voláteis:

  • Dracenas,
  • Pleomeles,
  • Samambaias,
  • Jibóias,
  • Lírios da Paz

Algumas idéias importadas da itália:

Construção em palha

Para alguns pode soar uma volta ao passado, mas a construção com palha vem se difundindo no meio da permacultura e da bioconstrução. Para a execução de uma parede de palha, fardos são empilhados e presos por arames, depois rebocados com uma mistura de solo, cimento, cal e esterco.
O conforto térmico e a qualidade do ar interno deste tipo de construção são inigualáveis, além do preço reduzido. Não são necessários pilares ou vigas, apenas o Baldrame para afastar a parede de palha do solo úmido.
Para quem quiser conhecer mais sobre o assunto, recomendo:
http://www.ecocentro.org/bioconstruindo/fardos.html
http://www.mrdavila-architecture.com/Projekte/Sentinela%20do%20Sul/sentinela_port.html
http://www.reporterx.com/index.php?option=com_content&view=article&id=47:uma-casa-de-fardos-de-palha&catid=38:bioconstrucao&Itemid=70

Bem vindos!

Olá,

Aguarde nossas postagens sobre construção sustentável! Aqui você verá alguns de nossos projetos e muita informação!

Acompanhe este blog e nosso site:
www.ecodhome.com.br


equipe Ecodhome